Mês de Agosto - 2018

Quando o mês de Agosto estava por dar o seu início, senti boas vibrações quanto a ele. Algo surpreendente, pois esse é um dos meses do ano, considerados por mim, mais chatinho. Porém neste ano, eu senti algo diferente quanto ao mesmo, e  acho que fora pra remexer com a minha visão sobre a vida. O quanto eu precisava ser mais positiva, quanto a mim e as coisas que me cerca. Fez-me entrar mais uma vez em uma fase de muitas reflexões, mostrando-me o quanto preciso confiar mais em mim mesma, e na vida, todavia meu humor oscilara Muito neste mesmo mês..

Entretanto, no início resolvi recomeçar mais uma vez das outras 824525 vezes, a pensar mais positivo, em meia a tantas frustrações que as vezes acontece no meu cotidiano. Achei meio mágico como eu sentira essa boas vibrações quanto ao mês 08 e alguns dos meus blogs favoritos começaram a se voltar pra essa energia positiva também. Eu estava voltando a ver a vida com o olhar mais doce e mais otimista, mas eu sabia que isso não faria com que os meus problemas da vida magicamente desaparecessem repentinamente, e tudo pareceria como nos filmes, tudo ficando maravilhosamente lindo e resolvido. Na verdade, eu sabia que eu iria ter que enfrentar os meus problemas, e desavenças que as vezes nas nossas vidas ocorre.

Contudo, não foi nada fácil, passei por coisas muito desagradáveis, como sempre, principalmente em relação a saúde. E toda aquela energia positiva que eu senti de início, uma hora fora por água-baixo. As coisas negativas que passei no mês anterior foram: que eu passei muito mal, fiquei em estado febril como a muito tempo não ficava. Minha cabeça doeu muito deixando-me fazer praticamente nada. Algumas das minhas notas da escola decaíram, como as minhas lágrimas do meu rosto. Eu fiquei alguns dias bem deprimida sem internet, porque simplesmente não funcionava. Deixei de falar constantemente com aquelas que deixam meus dias mais coloridos. Senti raiva, que fez-me querer me arranhar. Incapacidade, insuficiência avassaladora. Algumas horas senti-me tão cansada espiritualmente, mentalmente, fisicamente, que eu não tinha nem força pra chorar todas aquelas coisas que me doíam. Teve momento que eu me sentia meio oca, nem sabia como corresponder os carinhos que eu recebia, com tanta coisa ruim que em mim uma hora se instalara. Eu faltei as aulas de teatro. Eu senti tanta ansiedade alguns dias, que eu não conseguia escrever e trocava o layout daqui toda hora, achando que as minhas criações não ficavam boas... Mas o que estou aprendendo é que os Problemas nas nossas vidas não vão desaparecer, apenas temos que aprender a passar lindamente por cima deles, com coragem (algo que estou aprendendo também a ter)..

Mas apesar de ter caído alguma vezes, eu não quero descartar a luz interior que em mim resta.  Eu não quero perder o resquício de esperança que em mim ainda vive. Eu não quero perder-me na vida e dentro de mim mesma. Eu quero me levantar, e tentar de novo e de novo. Se Deus ainda persiste que eu continue vivendo, porque eu não devo insistir na minha própria existência?
Eu realmente não sou uma pessoa fácil, tanto que as vezes não sei lidar comigo mesma.  Mas eu quero tentar realmente me amar e me reconstruir...

Tentarei novamente nesse novo mês de setembro a não me perder, e nem perder minha conexão com os outros. Que tudo (ou quase tudo) de alguma forma, possa melhorar  neste novo mês 09/2018.. +

Nenhum comentário:

Postar um comentário